Home » Minha Pele » Mancha escura no pé : Piolho-de-cobra

Mancha escura no pé : Piolho-de-cobra

Mancha escura no pé : Piolho-de-cobra

De repente você tira os sapatos e percebe que tem uma mancha escura no seu pé, muito estranha. Parece uma tatuagem acastanhada, cor de ferrugem, às vezes mais escura no meio e mais amarelada na borda…e você fica se perguntando : o que é isso ? Será algo contagioso ? Ou uma aranha me picou ? Falam tanto sobre pintas escuras na pele que podem ser câncer de pele ? Mas a tal “ pinta” não dói como uma picada de aranha, não coça como bicho-de–pé e apareceu muito rápido para ser um tumor de pele … o que será ?

imagempe

Calma, você pisou num bicho chamado piolho-de-cobra. Vamos conhecer mais sobre ele ? Parece com uma lacraia ou centopeia. Uma maneira fácil de diferenciar é olhando as patas : possui 2 pares de patas em cada segmento do corpo (por isso é chamado diplópede) e, felizmente, não é peçonhento. Dificilmente você será picado por ele : como não é venenoso, conta com outros mecanismos de defesa : quando ele se sente ameaçado, se encolhe todo para fingir de morto ou exala um cheiro forte para espantar seus inimigos, liberando cianeto de hidrogênio. Essa substância também é responsável pela habilidade que algumas espécies têm de brilhar no escuro, o que espanta certos predadores. Como gostam de lugares úmidos e com pouca luz, costumam ficar embaixo de folhas e troncos.

zpiolhodecobra

Como ele tem hábitos noturnos, pode passar despercebido no escuro. Se você pisar descalço nele, a casca vai soltar a benzoquinona, uma espécie de tinta, que pode provocar algum grau de inflamação, mas às vezes nem causa sintomas e você só percebe no outro dia quando descobrir as manchas.

Se por acaso você manipular o bicho, seus dedos podem apresentar as mesmas manchas. A tinta fica impregnada na epiderme, que é a primeira camada da pele. Ela se renova diariamente.

Ao perceber as lesões, você deve lavá-las com água e sabão, para prevenir a inflamação do local pela substância eliminada pelo diplópede e aguardar o pigmento ser eliminado, sem qualquer problema para sua saúde.


Dra. Maria Teresa Pereira SoaresDra. Maria Teresa Pereira Soares
Médica Dermatologista
CRM-MG 35902 | RQE 11669

Outros artigos desta colunista em www.dermatologiaesaude.com.br zoom in

Encontre-me no Google

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *