Home » Doenças da Pele » Doença de Crohn e pele

Doença de Crohn e pele

Doença de Crohn e pele

Doença de CROHN é uma doença inflamatória do intestino que causa dor no abdômen, diarréia, perda de peso e está acompanhada de episódios de febre.

As alterações não estão restritas aos intestinos. A pele também pode ser acometida e, muitas vezes, é através da manifestação cutânea que o diagnóstico é feito.

Algumas dessas lesões de pele são comuns a outras doenças sistêmicas e, quando surgem, torna-se necessário que se avalie muito bem o doente como um todo para descobrir o que está errado com sua saúde.

Se você foi diagnosticado como portador da doença de Crohn fique atento para sua pele, ou, se você tem episódios recorrentes de diarréia e sua pele passa a apresentar alguma das alterações a seguir, procure um médico de sua confiança para que se proceda uma avaliação exaustiva.

Manifestações na pele :

zeritemaPIODERMA GANGRENOSO :
Inicia como pequena ferida envolvida por halo vermelho que vai aumentando de tamanho até formar úlcera profunda e dolorosa, às vezes com pus em seu interior, aparecendo nas pernas e nos braços, mas podendo acometer qualquer parte da pele do corpo.

Podem ser únicas ou em grande número.

Aparecem espontaneamente ou ao menor trauma.

ERITEMA NODOSO :
São nódulos vermelhos, dolorosos e firmes com temperatura mais elevada e que aparecem nos tornozelos, nas canelas e panturrilhas e às vezes nosbraços.

Esses nódulos aparecem em brotes e significam que a doença do intestino está sem controle.

Febre, mal estar e dores no corpo acompanham o aparecimento dos nódulos.

FÍSTULAS ENTEROCUTANEAS :
Minúsculos canais anormais que se formam como se fossem uma perfuração ligando a parte final do intestino com as nádegas, bexiga ou região genital e que vazam líquido na pele, externamente, através de pequeno pertuito.

Algumas vezes são extensas indo do intestino até a virilha.

FISSURAS :
São pequenas rachaduras em volta do ânus que doem, coçam e podem sangrar.

ESTOMATITE AFTOSA (aftas) :
Ulcerações na boca, gengiva, lábios e nas laterais da língua que aparecem em surtos acompanhadas de dor e desconforto, dificultando a alimentação.

É importante frisar que, quaisquer uma dessas manifestações na pele, podem aparecer acompanhando outras doenças, bem como reação a remédios, mas a coexistências de sintomas intestinais com algumas dessas lesões são indicativos de doença de CHRON tornando-se mandatório que esta seja excluída através de investigação adequada.

O tratamento da doença cutânea será feito com o controle da doença de CHRON sendo necessário, em alguns casos, o uso de medicações sintomáticas conjuntas.

 



Dra-Marta-Izabel-Cerutti-AlbeDra. Marta Izabel Cerutti
Médica Dermatologista
CRM-RS 14708| RQE 12477

Outros artigos desta colunista em www.dermatologiaesaude.com.br zoom in

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *