Home » Câncer de Pele » Rebecca Montanheiro , fundadora da ONG Melanoma Brasil – Melanoma em pauta

Rebecca Montanheiro , fundadora da ONG Melanoma Brasil – Melanoma em pauta

dermatologia-e-saude-entrevista-Rebecca-Montanheiro-fundadora-da-ong-melanona-brasil-dermatologia-e-saude-350x300Aos 30 anos, no auge da juventude e cheia de planos para o futuro, abusando do sol nos momentos mais inapropriados para ficar bronzeada, Rebecca notou uma pinta (melanoma) muito diferente das outras no antebraço direito.

Felizmente, procurou ajuda especializada para verificar o que estava acontecendo. Foi então que a dermatologista lhe deu a notícia de que aquela lesão seria um melanoma. A princípio não entendeu, pois nunca tinha ouvido falar de melanoma. Somente quando a médica começou a explicar que se tratava de um câncer de pele e o mais agressivo deles, foi que “a ficha caiu”. E foi um choque, tanto para ela quanto para a família. A notícia trouxe um sentimento de dúvida, medo, e a sensação de ser a única pessoa com essa doença.

Após buscar informações sobre a doença na internet, sem encontrar um espaço voltado a pacientes de melanoma e com uma linguagem mais apropriada, decidiu fazer alguma coisa. Após seu tratamento e recuperação, fundou a iniciativa Melanoma Brasil (www.melanomabrasil.org, www.facebook\melanomabrasil) e está empenhada em levar apoio aos pacientes e informações sobre a doença e prevenção.
Contou que quando se tem um diagnóstico de câncer, as prioridades e os valores mudam bastante. O desejo de ajudar pessoas em situações semelhantes e contribuir para iniciativas de prevenção e diagnóstico precoce da doença foi algo que mudou a sua vida.

Indagada sobre qual a mensagem que gostaria de deixar , Rebecca respondeu:

”- Costumo dizer a todos que o mais importante é nos amarmos, cuidarmos no nosso corpo de forma saudável e aceitar o tom da nossa pele. Somos perfeitos como fomos constituídos. Um bronzeado pode custar a sua vida! Não vale a pena.

É importante também estar atento aos sinais que seu corpo dá, fazer periodicamente o autoexame da pele e ao sinal de qualquer alteração, procurar um dermatologista.”



Dra. Maria Teresa Pereira SoaresDra. Maria Teresa Pereira Soares
Médica Dermatologista
CRM-MG 35902 | RQE 11669

Outros artigos desta colunista em www.dermatologiaesaude.com.br zoom in

Encontre-me no Google


Tags:

1 Comentário

  1. Gostaria de fazer um piligg de fenol mas nao tenho condiçoes financeiras por isto gostaria de encontrar uma ong mais enconta obrigada

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *