Home » Doenças da Pele » Araneísmo- Acidentes por aranhas- Tarântulas ou Lycosa (aranha de jardim)

Araneísmo- Acidentes por aranhas- Tarântulas ou Lycosa (aranha de jardim)

As aranhas são aracnídeos (assim como os escorpiões), e quando em contato com o homem, podem provocar acidentes, pela mordedura na pele e/ou mucosas, e dependendo do gênero da aranha, vamos ter diferentes manifestações clínicas, seja local ou sistêmicas

As aranhas de interesse médico no Brasil são dos gêneros: Lycosa (tarântula), Phoneutria (armadeira), Loxosceles (aranha marrom), Latrodectus (viúva negra), Mygalomorphae (caranguejeira). Hoje vamos conversar sobre as tarântulas.

Também chamada de aranha lobo, aranha de jardim ou aranha de grama, a Lycosa spp mede 3 cm de corpo e 5 cm de envergadura quando adultas (Figura 1). A principal dica para sua identificação é que em seu abdome há o desenho de uma seta negra (Figura 2). Vivem em domicílios, gramados e jardins, sendo responsáveis por muitos acidentes, mas de pouca gravidade. Então cuidado com as crianças que desenvolvem seu lazer nesses ambientes!!!

Figura 1- Tamanho médio da Lycosa e detalhe da seta negra em seu abdome
Figura 1- Tamanho médio da Lycosa e detalhe da seta negra em seu abdome

As Lycosas brasileiras apresentam um veneno pouco potente, que na maioria das vezes, os sinais e sintomas são discretos, como: dor, eritema, edema e prurido leves. Em raríssimos casos podem levar a necrose superficial da área picada, porém muito menos importante que a observada no acidente pela Loxosceles. Outra importância clínica dos acidentes por Lycosa, é que deve fazer diagnóstico diferencial do acidente com Phoneutria spp e Loxosceles spp.

O tratamento, nos casos de acidente por essa aranha, é realizado com analgésicos para aliviar a dor da picada, além de cuidados locais, tais como: limpeza com antissépticos, e no caso de infecção secundária, dependendo da gravidade, deve fazer uso de antibióticos tópicos e/ou orais. Nunca esqueça da profilaxia do tétano. Isso é válido para qualquer tipo de picada por animal peçonhento.

Detalhe do desenho que lembra uma seta negra no abdome da Lycosa spp
Detalhe do desenho que lembra uma seta negra no abdome da Lycosa spp


Dr.Alexandre MorettiDr. Alexandre Moretti
Médico Dermatologista
CRM-MS 4146 |  RQE 3804

Outros artigos deste colunista em www.dermatologiaesaude.com.br zoom in

Encontre-me no Google


Tags:

1 Comentário

  1. Já fui picado por essa espécie, ainda bem que foram apenas as dores superficiais,aos nada

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *