Home » Estética » Cicatrizes » 10 coisas que você precisa saber antes de fazer um procedimento de microagulhamento (“dermaroller”)!

10 coisas que você precisa saber antes de fazer um procedimento de microagulhamento (“dermaroller”)!

O microagulhamento (“dermaroller”, “dermapen”) é um tratamento feito para melhorar cicatrizes, estrias, rugas, calvície e melasma, mas você precisa saber algumas coisas antes de decidir fazer o procedimento

  1. O microagulhamento pode ser feito utilizando-se vários tipos de dispositivos com agulhas que variam de 0,5 a 2,5 mm de comprimento.O Microagulhamento é um tratamento que induz colágeno, mas é um procedimento invasivo (penetra além da superfície da pele). Pode melhorar cicatrizes, rugas, estrias e manchas, mas pode ter complicações!;
  2. Nem todos as pessoas podem ser submetidas ao microagulhamento, e algumas precisam de um preparo anterior com medicamentos, para que não surjam manchas ou cicatrizes;
  3. Existem vários tipos de dispositivos para realizar o microagulhamento (“dermaroller”, “dermapen”, etc.), com agulhas de 0,5 a 2,5 mm de comprimento, mas todos eles são descartáveis! Nunca devem ser reutilizados (nem mesmo na própria pessoa) nem devem ser esterilizados. Os fabricantes não recomendam a esterilização devido ao material de que são feitos os produtos. As agulhas também perdem a capacidade de perfuração após o primeiro uso, podendo danificar mais a pele. O risco é de infecções de pele e de transmissão de doenças graves como AIDS, hepatites, etc;
  4. Quanto maior o comprimento das agulhas, maior a profundidade alcançada, maior o benefício do tratamento, mas também maior o risco do procedimento! Mas mesmo com as agulhas de 0,5mm, o microagulhamento oferece riscos se não for feito da maneira adequada;
  5. Mesmo com agulhas curtas, o procedimento nunca deve ser feito em casa ou fora de um ambiente apropriado. Antes de ele ser realizado, a pele deve ser preparada com rigorosa assepsia (limpeza com produtos especiais para eliminar bactérias), pois há risco de contrair infecções, com bactérias do ambiente ou da própria pele da pessoa;
  6. O procedimento é doloroso sim! E é mais doloroso quanto mais longa for a agulha. Por isso é necessário o uso de cremes anestésicos potentes ou mesmo de anestesia injetável. Os anestésicos (mesmo em creme) oferecem riscos, principalmente para pessoas alérgicas ou com problemas de coração. Por isso seu uso deve ser feito sob cuidados de um médico;
  7. O médico também é o profissional capacitado a tratar as complicações que possam surgir, por exemplo, prescrever antibiótico se surgirem infecções;
  8. O microagulhamento pode desencadear o surgimento de herpes, por isso o médico deve ser informado se você já teve herpes alguma vez. Se você tem história de herpes, seu médico prescreverá um preparo com medicamentos para evitar o surgimento da doença na fase de cicatrização;
  9. Não se deve fazer o microagulhamento se você for se expor ao sol nas semanas seguintes, porque podem surgir manchas;
  10. O local vai sangrar após o microagulhamento e ficará vermelho e inchado por alguns dias. Podem surgir casquinhas no local. Converse com seu médico dermatologista sobre os cuidados que devem ser tomados nos dias seguintes ao procedimento para não haver surpresas!
O seu médico dermatologista está preparado para explicar sobre as vantagens e os riscos do microagulhamento.
Converse com seu médico dermatologista.


Dra. Giselle FroesDra. Giselle Froes
Médica Dermatologista
CRM-MG 39552 | RQE 17150

Outros artigos desta colunista em www.dermatologiaesaude.com.br zoom in

Encontre-me no Google




Dra. Miriam Carolina Perini PopoaskiDra. Miriam Carolina Perini Popoaski
Médica Dermatologista
CRM-SC 12201 | RQE 10931

Outros artigos desta colunista em www.dermatologiaesaude.com.br zoom in

Encontre-me no Google


Tags:

1 Comentário

  1. As manchas que aparece por causa do sol elas sai com um tempo por causa do microagulhamento

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *