Sarna

Sarna é uma doença altamente contagiosa que pode ser prevenida e precisa ser tratada rapidamente

Ovos do ácaro causador da sarna, dentro de escama de raspado da pele
Ovos do ácaro causador da sarna, dentro de escama de raspado da pele

A Sarna (escabiose) é transmitida pelo contato direto entre pessoas (não necessariamente sexual), através de lençóis, toalhas, cobertores e roupas contaminadas. É altamente contagiosa e se manifesta como pequenas lesões (bolinhas) avermelhadas, que se iniciam pelos locais mais quentes do corpo e rapidamente se espalham, provocando muita coceira. As bolinhas, em geral, estão com feridinhas na superfície de tanto a pessoa se coçar. A coceira é muito mais intensa a noite.

Transmissão

Por ser doença transmissível pelo contato direto ou roupas, as crianças devem ser afastadas da escola para evitar que os coleguinhas se contaminem. Mas mesmo assim, como o período entre o contágio e o aparecimento das lesões é de até três semanas, se seu filho teve contato com alguém com sarna, você deve ficar atento(a) e procurar tratamento ao surgirem as primeiras “bolinhas”. O homem não pega a sarna de animal, pois o acaro causador da doença no animal não consegue se adaptar a pele humana.

Complicações

Como a sarna provoca muita coceira, é frequente que as crianças (ou mesmo adultos) se machuquem de tanto coçar. Nestas feridas pode ocorrer contaminação por bactérias, com aparecimento de bolinhas de pus.

Sarna em adultos

Adultos também tem sarna e o contágio também é por contato direto, roupas de cama e de banho e até mesmo relação sexual.

Prevenção

  • Sempre que comprar roupas, lençóis e toalhas, lavar e passar antes de usá-las;
  • Observar as condições de higiene de hotéis e pousadas;
  • Os lençóis e toalhas devem estar passados, o calor do ferro mata os ácaros causadores da sarna;
  • Se praticar algum esporte coletivo, sempre levar para lavar em casa os seus uniformes.

Tratamento

Tratar a sarna dá trabalho, mas senão for feito da forma correta, vai dar mais trabalho ainda porque terá de ser refeito! Além dos remédios para aplicar na pele para matar o ácaro, as roupas, lençóis, toalhas, cobertores e edredons devem ser tratados, caso contrário, ao reutilizá-los você se recontaminará e ainda pode passar para as outras pessoas. Essas roupas devem ser lavadas separadamente das demais e passadas a ferro, ou fervidas (mas a fervura não é necessária).

Outra opção é colocar 1 tampinha do remédio que o médico passou para usar no corpo, na máquina de lavar roupa. Assim conseguimos matar o ácaro sem estragar as roupas! Quando não é possível lavar os cobertores e edredons, eles podem ser colocados em sacos de lixo bem fechados e lá deixados por 1 semana.

Na verdade, só de arrumar os lençóis da cama pela manha , os ovos se soltam das fibras dos lençóis e se espalham pelo ambiente.

O tratamento não é o mesmo para todos. Crianças ate 6 anos e grávidas não podem usar o mesmo remédio que adultos. Os tratamento para sarna podem ser muito irritantes para a sua pele, piorando a coceira.

Não compre sabonete para sarna, ele não e eficaz no tratamento e também pode irritar sua pele!

Todas as pessoas da casa devem ser tratadas ao mesmo tempo, senão a pessoa tratada pode pegar a doença de novo.

O médico especialista saberá indicar o tratamento adequado.



Dra. Maria Teresa Pereira SoaresDra. Maria Teresa Pereira Soares
Médica Dermatologista
CRM-MG 35902 | RQE 11669

Outros artigos desta colunista em www.dermatologiaesaude.com.br zoom in

Encontre-me no Google




Dra-Mirela-BorgesDra. Mirela Borges
Médica Dermatologista
CRM-AL 4078 | RQE 1316

Outros artigos desta colunista em www.dermatologiaesaude.com.br zoom in

Encontre-me no Google


Tags:

3 Comentários

  1. Relacionados: Prurido - Dermatologia e Saude
  2. Estou há, oficialmente, 11 meses tratando da sarna. Comecei com ivermectina, passei por deltametrina, fui pro sulfiram, iniciei benzoato de benzila, voltei pra deltametrina e, finalmente, comprei permetrina 5%. Este ultimo pareceu ser a salvação, pois aqueles risquinhos sobre a pele não surgiram por pelo menos duas semanas! – estava tomando Celestamine.
    Ontem já surgiu os pontinhos vermelhos em linha reta no meu cotovelo e pernas…. estou na segunda aplicação de Pioletal Plus. Durante todo os dias de tratamento, lavei com água fervente roupas de cama, o de uso diário e toalhas. Antes de iniciar o inverno, só usava lençol e travesseiro; agora fico com este e mais o edredom sem poder trocar diariamente.

    Por favor, o que eu estou fazendo de errado? As pessoas costumam levar quase um ano para se curar?
    Já fui em dois dermatologistas diferentes aqui em SP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *