Home » Doenças da Pele » Queloide

Queloide

O queloide é uma cicatriz anormal, de aspecto avermelhado e endurecido, de difícil tratamento.

Queloide na orelha
Queloide na orelha de adolescente causado por furo para colocar brinco

O queloide é um processo anormal da cicatrização da pele. Geralmente aparece depois de um traumatismo, que pode ser causado por uma cirurgia, machucados, espinhas ou até mesmo da catapora.

Algumas pessoas tem tendência a formar este tipo de cicatriz. É preciso então ter muito critério ao decidir furar as orelhas, colocar “piercings”, fazer tatuagens e cirurgias.

Quais os indivíduos que mais apresentam queloide?

Principalmente pessoas de pele mais escura, afrodescendentes, asiáticos e hispânicos. Ocorrem com mais frequência entre a puberdade e os 30 anos.

Como é o queloide?

É uma lesão grossa, em alto relevo, de superfície lisa, consistência endurecida, que inicialmente é rósea ou avermelhada e, posteriormente fica com a coloração semelhante à pele ou um pouco mais escurecida.

São frequentes na região anterior do tórax e ombros.

Quais os sintomas do queloide?

Ele pode não apresentar sintomas, embora muitos pacientes se queixem de dor e coceira na lesão.

Toda cicatriz grossa é queloide?

Nem toda cicatriz grossa é queloide, existem dois tipos de cicatrizes espessas: o queloide e a cicatriz hipertrófica.

Na cicatriz hipertrófica a cicatriz fica grossa, mas não ultrapassa a localização do traumatismo e tende a melhorar, mesmo sem tratamento, após algum tempo.

O tratamento da cicatriz hipertrófica apresenta um resultado muito melhor do que o do queloide.

A lesão de queloide também é espessa, mas ultrapassa a cicatriz e, não tem tendência a regredir com o tempo.

Como é feio o diagnóstico do queloide?

O diagnóstico é realizado através do exame clínico do paciente.

Qual é a complicação do queloide?

Os queloides não representam um problema de saúde em si, mas muitas vezes causam diminuição da auto-estima pela aparência da lesões, que podem ser muito grandes ou numerosas. Alguns pacientes têm queixa de dor, desconforto e sensibilidade na lesão – às vezes mesmo o atrito com a roupa incomoda! E em casos muito extensos, dependendo da localização, eles podem limitar o movimento.

Qual o melhor tratamento para o queloide?

O tratamento do queloide é difícil, muitas vezes, a resposta é pequena e lenta.

O médico especialista dispõe de muitas opções, como crioterapia, infiltração de medicamentos, laser e até a cirurgia. Os melhores resultados são obtidos com associação de técnicas e acompanhamento constante pois às vezes.

Apesar de não ser o tratamento de primeira escolha, a cirurgia pode ser realizada, mas se não for acompanhada de outros tratamentos, como infiltração de medicamentos, compressão e em alguns casos radioterapia, há uma grande possibilidade de retorno da lesão, inclusive de ficar pior do que era.



Dra-Mirela-BorgesDra. Mirela Borges
Médica Dermatologista
CRM-AL 4078 | RQE 1316

Outros artigos desta colunista em www.dermatologiaesaude.com.br zoom in

Encontre-me no Google




Dra. Maria Teresa Pereira SoaresDra. Maria Teresa Pereira Soares
Médica Dermatologista
CRM-MG 35902 | RQE 11669

Outros artigos desta colunista em www.dermatologiaesaude.com.br zoom in

Encontre-me no Google


Tags:

3 Comentários

  1. Relacionados: Queratose ceratose seborreica - Dermatologia e Saude
  2. Relacionados: Cicatrizes de acne

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *