Home » Doenças da Pele » “Pano branco”: O que saber dessa doença

“Pano branco”: O que saber dessa doença

pano-branco-dermatologia-e-saude-01-350x300A pitiríase versicolor ou “pano branco” ou “micose de praia” é uma micose muito comum causada por um fungo que habita a flora normal da nossa pele.

Em algumas situações o fungo cresce exageradamente e provoca manchas de cores variadas (por isso, o termo versicolor) e uma descamação fina, associada ou não à coceira. A doença não é contagiosa e tem tratamento, porém é comum o seu reaparecimento

É uma micose superficial causada por um fungo (Malassezia furfur) na pele. Sua principal característica é o aparecimento de diversas manchas arredondadas ou ovais no tronco, com cores variadas (brancas, amarronzadas ou róseas). Quando as manchas são esticadas produzem uma descamação fina que é um fator importante para o diagnóstico. Na maioria dos casos as lesões não têm sintomas ou produzem leve coceira.

As manchas aparecem nas áreas mais gordurosas do corpo, como tórax, dorso, braços, face, pescoço e couro cabeludo. As lesões na face são mais comuns em crianças; já em adultos, no dorso. Raramente as lesões atingem os membros inferiores, axilas e genitália.

A doença ocorre quando o fungo, que vive em harmonia na pele, se prolifera devido à diversos fatores, externos ou internos. Os principais fatores externos são a temperatura, a umidade e o uso de cosméticos ou de roupas apertadas, que provocam o fechamento dos poros da pele. Os fatores internos são o suor excessivo (hiperidrose), “caspa” (dermatite seborreica), baixa imunidade (estresse, desnutrição, HIV, tratamento prolongado com corticoides) e a genética.

A pitiríase versicolor é mais comum nos países tropicais. Pode ocorrer em ambos os sexos, em especial nos adolescentes e adultos jovens, pois nessa fase ocorrem as mudanças hormonais e o aumento da secreção do sebo.

Por que é também chamada de “micose de praia”?

O termo “micose de praia” é bastante utilizado, já que o surgimento das lesões é muito comum no verão. Nessa época, o calor é mais intenso, o suor aumenta e os cremes e óleos bronzeadores são utilizados com frequência. Assim, a pele se torna um ambiente ideal para o crescimento do fungo. Além disso, as lesões ficam mais aparentes quando expostas ao sol, já que a pele ao redor das manchas fica bronzeada e as manchas se destacam.

Posso pegar essa micose na água do mar ou na areia da praia?

Não! O fungo não passa de uma pessoa para outra (não é contagioso), nem pela água e nem pela areia. Todas as pessoas já têm esse fungo na pele.

Existe algum tipo de tratamento?

Existe tratamento sim! Procure um médico dermatologista de confiança para avaliar suas manchas. Não se automedique! As manchas podem ser parecidas com as manchas causadas por outras doenças como a hanseníase, pitiríase alba ou pitiríase rósea.

Normalmente são utilizados antifúngicos tópicos. Às vezes é necessário associar os antifúngicos tópicos com os orais.

pano-branco-dermatologia-e-saude-02-350x300

Dicas

  • Utilizar xampus antifúngicos no couro cabeludo (porque ajuda a reduzir a população de fungos, geralmente concentrada nessa região), sabonetes específicos e bucha vegetal nas áreas mais oleosas dos pacientes que têm crises repetidas da micose;
  • Não se desesperar com as manchas, pois é comum a pele demorar a recuperar o tom mesmo após o correto tratamento;
  • Utilizar um protetor solar especifico para a sua pele. Não utilizar cremes ou filtros oleosos em pele que já é muito gordurosa;
  • Evitar local muito quente e úmido pois é o habitat perfeito para a multiplicação do fungo;
  • Secar bem todas as áreas do seu corpo, após o banho ou após dar um mergulho;
  • Usar roupas leves, de preferência de algodão, e evitar tecidos sintéticos.


Dra. Ana Andrade CappDra. Ana Andrade Capp
Médica Dermatologista
CRM-DF 14.244 | RQE 10.245

Outros artigos desta colunista em www.dermatologiaesaude.com.br zoom in

Encontre-me no Google


Tags:

3 Comentários

  1. Boa noite! Eu estava me seccando quando eu vi que minhas costas estavam cheio de manchas meio que ressecada etc. Eu gostaria de saber o que é isso, estou meio preocupado com isso! Porém não coça etc..
    Se puder me responder agradeço

  2. Apareci com bastante machas brancas nas costas queria saber oq é isso …alguém pode me da uma resposta… Agraciada

  3. Pitiríase Versicolor pode virar câncer em casos extremos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *