Home » Câncer de Pele » Nutracêuticos e vitaminas

Nutracêuticos e vitaminas

A nutraceuticos-e-vitaminas-dermatologia-e-saude-350x300importância dos nutracêuticos e vitaminas para a saúde da pele

Cada vez mais avança o conhecimento sobre a nutrição, e seu papel na nossa saúde. Com essa evolução surgiu o conceito de nutracêuticos, que são substâncias presentes nos alimentos, que teriam ação de medicamentos. Para a substância ser considerada nutracêutico deve ser tomada em doses mais concentradas que as presentes nos alimentos. O conhecimento sobre o real benefício dessas substâncias para a nossa saúde ainda é pequeno.

As vitaminas também são consideradas nutracêuticos, se tomadas em doses maiores, e tem efeito antioxidante, isto é, protegem a pele e o organismo das constantes agressões do nosso ambiente, que variam com o estilo de vida do indivíduo, hábito de se expor ao sol, poluição, tabagismo, stress, etc.

  • Vitamina D

    – Protege a pele e deixa os ossos saudáveis. A nossa pele é capaz de sintetizar vitamina D, mas acaba pagando um preço muito caro para isso, pois raios solares que possibilitam a fabricação da vitamina são os mesmos que a agridem, causando problemas como câncer de pele, manchas e rugas. Por causa da consciência cada vez maior dos malefícios da exposição solar, e por causa dos nossos hábitos urbanos, nós cada vez estamos menos expostos ao sol. A boa notícia é que não é necessária essa exposição para obter vitamina D; Ela pode ser tomada em cápsulas, e pode ser associada ou não ao cálcio. Para maiores informações sobre essa polêmica sobre a exposição ao sol versus fabricação de vitamina D, acesse: Consenso Brasileiro de Fotoproteção da SBD.

  • Vitamina E

    – É muito difícil de ser achada na dieta, estando presente principalmente nas nozes. A exposição ao sol degrada rapidamente a vitamina E presente no nosso corpo, por isso a necessidade da sua reposição diária.

  • Vitamina C

    – Ajuda a evitar que a pele fique manchada, pois atua na síntese de melanina, pigmento acastanhado da pele.

  • Biotina

    – também conhecida como vitamina H, vitamina B7 ou B8, age diretamente na formação da pele e pode ser encontrada no arroz integral, frutas, nozes, ovos, carnes, e leite. A carência de biotina causa inflamações na pele e couro cabeludo.

  • Selênio

    – A dieta moderna é deficiente desse mineral. É importante que esteja presente nos suplementos vitamínicos. Estudos em cobaias mostraram que a sua deficiência leva a dermatites e queda de pelos.

  • Cobre e zinco

    – Também devem estar presentes na nossa suplementação, apesar da sua deficiência ser mais rara nos seres humanos.

  • Omega 3 e 6

    – Presentes no óleo de linhaça e de peixe, e castanhas. Esses óleos são ricos em ácidos graxos essenciais. Sua deficiência está associada com algumas doenças mentais, imunológicas e de pele, além de hipertensão e hiperlipidemia.

  • Polifenóis

    – Ou compostos fenólicos. Refere-se a um amplo e numeroso grupo de moléculas encontradas em hortaliças, frutas, cereais, chás, café, cacau, vinho, suco de frutas e soja. Nas plantas, eles exercem função de fotoproteção, e defesa contra microorganismos.

Boas notícias vão surgindo no campo da boa alimentação e suplementação de nutracêuticos todos os dias. O dermatologista está capacitado para orientar você sobre quais nutracêuticos tomar e qual a sua necessidade diária.



Dra. Maria Silvia Kós CanettiDra. Maria Silvia Kós Canetti
Médica Dermatologista
CRM-SP 86469 | RQE 26.254

Outros artigos desta colunista em www.dermatologiaesaude.com.br zoom in

Encontre-me no Google


Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *