Home » Doenças da Pele » Bicho de pé (Tungíase)

Bicho de pé (Tungíase)

Tungíase é uma ectoparasitose causada pela penetração de uma pulga na pele.

Além de causar importante desconforto para o paciente, pode servir de porta de entrada para infecções graves

tungiase-dermatologia-e-saude (2)A tungíase, popularmente conhecida como bicho de pé, é uma ectoparasitose causada pela penetração da fêmea de uma espécie de pulga (Tunga penetrans) na pele do seu hospedeiro. A pulga pode ser encontrada no solo, especialmente o mais arenoso e em zonas rurais (currais, chiqueiros). A fêmea fecundada penetra na pele e alimenta-se do sangue do hospedeiro. É autolimitada, com duração de 4 a 6 semanas, porém a reinfestação constante é a regra em áreas endêmicas.

A lesão na pele caracteriza-se por elevações (pápulas) amareladas, com um ponto escuro central; coceira e dor podem estar presentes. É mais comum nos pés, ao redor das unhas e entre os dedos. O ferimento provocado pela pulga pode servir como porta de entrada para outras infecções, como agentes da erisipela, tétano e micoses profundas, o que torna o quadro mais grave.

Tratamento

tungiase-dermatologia-e-saude (3)O tratamento de escolha consiste na remoção completa da pulga com agulha ou bisturi estéreis, devendo sempre ser feito pelo médico dermatologista. Em casos de múltiplas lesões, pode-se utilizar medicamentos orais. É importante não andar com os pés descalços e não sentar em terrenos infestados, para evitar reincidência do quadro.



Dra. Miriam Carolina Perini PopoaskiDra. Miriam Carolina Perini Popoaski
Médica Dermatologista
CRM-SC 12201 | RQE 10931

Outros artigos desta colunista em www.dermatologiaesaude.com.br zoom in

Encontre-me no Google


Tags:

1 Comentário

  1. Relacionados: Prurido - Dermatologia e Saude

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *