Home » Doenças da Pele » Acantose nigricans

Acantose nigricans

A acantose nigricans é uma doença não-contagiosa que causa manchas escuras e grossas na pele.

Seu diagnóstico é importante para afastar doenças que podem estar associadas, como problemas hormonais, diabetes e até alguns tipos de câncer

acantose-nigricans-dermatologia-e-saudeA acantose nigricans manifesta-se por placas escuras e grossas em algumas áreas da pele, ocasionalmente com aspecto aveludado. Os pacientes comumente confundem as lesões com sujeira, porém a tentativa de esfregar ou esfoliar a pele não irá melhorar este aspecto.

A acantose nigricans não é contagiosa nem causa qualquer dano à saúde. Algumas vezes pode ser um sinal de alerta para uma condição de saúde subjacente que precisa de atenção médica.

A acantose nigricans tem um aparecimento insidioso, levando meses a anos para se formar. Se surgir subitamente, você deve procurar imediatamente um dermatologista – pode ser um sinal de alguma doença sistêmica, como por exemplo:

  • Pré-diabetes ou diabetes;
  • Reações a medicamentos: anticoncepcionais hormonais, corticosteróides sistêmicos, entre outros;
  • Doenças hormonais: síndrome do ovário policístico, doenças da tireóide e doenças das glândulas adrenais;
  • Câncer, especialmente de estômago, colon ou fígado, principalmente quando o início for muito rápido.

O dermatologista poderá diagnosticar a acantose nigricans através do exame clínico.

Sinais e sintomas

  • Manchas e/ou placas marrons ou enegrecidas na pele;
  • A pele afetada pode estar mais aveludada e grossa que a pele ao redor;
  • Coceira;
  • Mau cheiro.

Localização

  • Axilas;
  • Região posterior do pescoço;
  • Região da virilha (especialmente dobras);
  • Cotovelos;
  • Joelhos;
  • Dorso dos dedos;
  • Umbigo;
  • Abaixo das mamas (nas mulheres);
  • Face;
  • Genitais (nas mulheres);
  • Menos comum: boca, pálpebras, palmas, plantas e mamilos.

Quem pode ter acantose nigricans?

A acantose nigricans pode afetar qualquer pessoa, porém existem alguns fatores de risco:

  • Descendentes de hispânicos, africanos ou caribenhos;
  • Obesidade: é a causa mais comum e a perda significativa de peso melhora consideravelmente as lesões de pele;
  • História familiar de acantose nigricans.

Tratamento

O tratamento das doenças associadas é importante na melhora do aspecto das lesões. Se o paciente desejar clarear a pele, o dermatologista poderá lhe indicar o melhor tratamento, que pode incluir cremes, lasers e até medicações orais, dependendo de cada caso.

Se você tem acantose nigricans, seguem algumas dicas que podem ser úteis:

  • Mantenha um peso saudável;
  • Antes de usar um creme clareador, esfoliante ou qualquer outro produto para a pele, pergunte a um dermatologista se você deve usá-lo: alguns produtos, além de não trazerem benefícios, podem irritar a pele, piorando o quadro;
  • Descubra se você tem algum problema de saúde ou se você está usando algum medicamento que possa ser responsável pela acantose nigricans;
  • Se você observar o aparecimento súbito de placas escuras e aveludadas na sua pele, procure imediatamente um dermatologista. Este pode ser um sinal de câncer.


Dra. Miriam Carolina Perini PopoaskiDra. Miriam Carolina Perini Popoaski
Médica Dermatologista
CRM-SC 12201 | RQE 10931

Outros artigos desta colunista em www.dermatologiaesaude.com.br zoom in

Encontre-me no Google


Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *