Home » Dicas » Dicas para cuidar das orelhas recém furadas

Dicas para cuidar das orelhas recém furadas

Se você acabou de furar as suas orelhas, aqui vão algumas dicas de como cuidar dos furinhos.

Dicas de orelhas furadas
Lave as mãos antes de tocas nas orelhas recém-furadas.
  1. Sempre lave as suas mãos antes de tocar nas orelhas. As mãos podem estar contaminadas, e os furinhos podem ser uma porta de entrada para as bactérias.
  2. Lave as orelhas com água e sabonete neutro com regularidade, para evitar infecções, duas a três vezes ao dia. Evite sabonetes com perfume ou corantes, para não irritar a pele.
  3. Colocar álcool nos furinhos ajuda ou atrapalha? Atrapalha, pois colocar álcool repetidamente em uma ferida pode irritá-la. Ele não deve ser aplicado, pois não oferece nenhuma proteção a mais.
  4. Deve-se rodar ou não os brincos, para evitar que “grudem” nas orelhas? Não é necessário e pode ser prejudicial nessa fase de cicatrização. Esse hábito começou antigamente, por volta de 1950, quando a qualidade do material utilizado para confeccionar os brincos não era boa, e rodar os brincos evitava que ele acabasse preso no furo. Hoje em dia, os metais usados, como titânio, ouro, platina e certos tipos de vidro, são biocompatíveis e não aderem à pele.
  5. Deixe os brincos que furaram as suas orelhas por seis semanas ou mais. Tirá-los precocemente pode levar a um fechamento dos furinhos. Espere que estejam totalmente cicatrizados para trocar de brincos.
  6. Fique atento para os sinais de infecção, como dor, inchaço, ou saída de secreção purulenta. Nesses casos, não esprema os lóbulos das orelhas, pois pode agravar a infecção, e procure um médico dermatologista.
  7. Não fure as orelhas em local próximo à cartilagem (parte durinha das orelhas), pois estes locais tendem a ser de difícil cicatrização.
  8. Não use brincos pesados constantemente. Estes brincos acabam rasgando ou alargando os furinhos. Se acontecer este alargamento, é possível realizar uma pequena cirurgia de correção, com o médico dermatologista.
  9. Raramente podem ocorrer queloides no local dos furos. Queloides são cicatrizes endurecidas, e é difícil prever se elas vão ocorrer ou não. Elas têm causa genética, e podem ocorrer a qualquer momento. Existe tratamento para este tipo de cicatriz.


Dra. Maria Silvia Kós CanettiDra. Maria Silvia Kós Canetti
Médica Dermatologista
CRM-SP 86469 | RQE 26.254

Outros artigos desta colunista em www.dermatologiaesaude.com.br zoom in

Encontre-me no Google


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *