Home » Minha Pele » Cremes e maquiagem podem causar espinhas?

Cremes e maquiagem podem causar espinhas?

Sabe aquele creminho caro que você comprou na última viagem? E aquela maquiagem que está todo mundo usando? E se você descobrisse que esses produtos maravilhosos estão enchendo seu rosto de cravos e espinhas? Parece pesadelo, não é? Mas, infelizmente, pode ser realidade.

Cremes e maquiagem causam espinhas?

Cresce a cada dia o número de mulheres com acne após o período da adolescência, e os cosméticos e maquiagens são uma causa importante desse problema. O principal motivo pelo qual os cosméticos causam acne é a presença de componentes oleosos em sua fórmula. Esse óleo pode entupir os poros causando cravos ou comedões. Aí você pensa: ficou fácil, vou comprar produtos sem óleo (oil free) ou não comedogênicos!

Realmente, tomar essa atitude já é um começo, mas só isso não é suficiente. Não adianta nada você comprar um protetor solar oil free e passar uma camada grossa de maquiagem por cima. O excesso de maquiagem, muitas vezes com o objetivo de esconder as imperfeições da pele, piora o problema.

Além de obstruir os poros, a maquiagem e os aplicadores (pincéis, esponjas) podem estar contaminados por bactérias, agravando o quadro. A contaminação da pele por bactérias provoca o surgimento das espinhas ou lesões inflamatórias de acne. Cria-se um círculo vicioso: você vai precisar de uma quantidade cada vez maior de maquiagem para esconder a acne, e essa mesma maquiagem vai te causar mais acne!

Como posso evitar a acne por cosméticos?

O primeiro passo é escolher os produtos certos para o seu tipo de pele. Nem sempre o creme mais caro é o melhor! O veículo ou base do cosmético é muito importante: peles oleosas ou com acne se dão melhor com géis, loções ou sérum do que com cremes.

No quesito maquiagem, o menos é mais! Evite camadas espessas de base, corretivos ou pós compactos. Maquiagem mineral é menos oclusiva e obstrui menos os poros. Pincéis e esponjas de maquiagem devem ser lavados e substituídos com frequência, pois são fonte de contaminação bacteriana. Também não devem ser compartilhados ou emprestados.

Não se esqueça de lavar sua pele da face duas vezes ao dia e retirar muito bem a maquiagem antes de dormir. E nada de usar demaquilante cremoso ou oleoso! Lenços de limpeza ou soluções líquidas são opções melhores para peles com tendência a acne.

Use géis de limpeza, sabonetes e demaquilantes que limpem sem agredir a pele e evite excesso de lavagens. Nem pense em abrir mão do protetor solar (específico para o rosto e adequado para seu tipo de pele!), pois a radiação solar pode piorar a inflamação da acne e manchar sua pele.

Lembre-se que o médico dermatologista é especialista em cuidar da sua pele. Não espere o problema se agravar para procurá-lo.



Dra. Juliana PiresDra. Juliana Pires
Médico Dermatologista
CRM-BA 21.882 | RQE 8828

Outros artigos deste colunista em www.dermatologiaesaude.com.br zoom in

Encontre-me no Google


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *