Home » Doenças da Pele » Verrugas, pinta, nevo e sinal – O quê são?

Verrugas, pinta, nevo e sinal – O quê são?

Qual a diferença entre verruga, pinta, nevo e sinal?

Com tantos nomes aposto que você já ficou confuso(a)! Pois é, o médico especialista é o médico que estudou e sabe diferenciá-las. Portanto, NUNCA utilize ácidos ou produtos congelantes sobre o que acha que é uma verruga, sem orientação médica. Vários tipos de lesões de pele são chamados de verruga, mas podem ser até câncer de pele! Procure sempre seu dermatologista para que ele possa orientá-lo sobre o diagnóstico e o melhor tratamento, especificamente para você.

Verrugas virais

São causadas por vírus e, portanto, são contagiosas. Da mesma forma que você pegou de alguém, pode passar para outra pessoa ou mesmo espalhar para outras partes do corpo, principalmente se você mexer, ferir, tentar arrancar com alicates ou tesouras pois,  estará contaminando os instrumentos, que se depois forem usados podem inocular o vírus nos locais utilizados por você ou outras pessoas .

Existem vários tipos de verrugas, virais:

  • Verrugas planas
  • Verrugas filiformes
  • Verrugas periungueais
  • Verrugas plantares
  • Verrugas comuns

As verrugas planas, mais comuns na face, geralmente são múltiplas.

As verrugas filiformes são finas e elevadas.

As verrugas periungueais, ao redor das unhas, que se espalham muito facilmente quando o paciente rói as unhas e arranca a pele próxima à cutícula. Cuidado se tiver o hábito de morder as verrugas porque, como são contagiosas, podem “passar” para a boca.

Devemos tomar muito cuidado ao tratar dessas lesões, que ficam bem perto da matriz da unha, para não deixar a unha deformada.

O famoso “olho de peixe”, é a verruga plantar. É a mesma verruga das mãos e do corpo, só que na região plantar. Como apoiamos o peso do corpo sobre os pés, costumam ser dolorosas.

E, por fim, as verrugas comuns, que todos conhecemos e já fizemos simpatia para “caírem”.

O tratamento pode ser feito por cauterização química com ácidos, crioterapia com nitrogênio líquido, radioeletrocirurgia (pequena cirurgia em consultório ) e até laser.

A técnica será escolhida de acordo com o tipo, localização e quantidade das lesões e da idade do paciente. Em crianças procuramos evitar ao máximo procedimentos dolorosos.

Frequentemente socorremos pacientes com queimaduras, corrosão, ulceração, infecção secundária, cicatrizes, manchas…., e eles contam que usaram produto que congela as verrugas e é vendido para uso domiciliar sem supervisão médica. Já houve inclusive situações onde o paciente tinha um melanoma, que é um câncer agressivo da pele e, por achar que fosse uma verruga, usou o produto. O melanoma foi aumentando na profundidade da pele e, quando o paciente notou, já estava até com metástases .

Depois do tratamento, o dermatologista sempre orienta o paciente a voltar para revisão, pois às vezes fica somente um restinho de vírus que, se não for retratado, irá se multiplicar novamente e a verruga voltará.

A seguir, alguns exemplos de lesões que parecem verrugas, mas são outras doenças:

  • Carcinoma basocelular
  • Ceratose seborreica
  • Nevo (sinais de pele)


Dra. Maria Teresa Pereira SoaresDra. Maria Teresa Pereira Soares
Médica Dermatologista
CRM-MG 35902 | RQE 11669

Outros artigos desta colunista em www.dermatologiaesaude.com.br zoom in

Encontre-me no Google

 


Tags:

7 Comentários

  1. Tenho várias verrugas en todo o pescoço fui até o médico e ele me disse que é normal não tem cura será ??????

  2. Tenho uma veruga no dedão dá mão, no dedinho do pé, mas acho que não é uma veruga, é muito diferente do que eu vejo, ele vai comendo todo o meu dedo.

  3. Tenho uma espécie de verruga que é avermelhada,irregular,e é dura parece um caroço do tamanho da uma ervilha às vezes coça é arde.

  4. Eu tinha um sinal no rosto q virou verruga ela e preta. Isso e normal

  5. Boa noite!!! A um tempo atrás nasceu um sinal escuro no meu rosto de dois meses para cá esse sinal virou uma verruga mole o que pode ser tem algum tratamento posso tira lá?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *