Home » Unhas e Cabelos » Piolhos e lêndeas: como tratar?

Piolhos e lêndeas: como tratar?

A pediculose (piolho) é uma doença extremamente contagiosa que afeta principalmente o couro cabeludo, mas pode afetas outras partes do corpo. Vamos falar sobre o tratamento com remédios, ensinar a retirar as lêndeas e orientar quanto ao contágio e tratamento.

Piolhos e lêndeas
Microscopia eletrônica mostrando piolhos grudados nos fios de cabelo.

Antigamente se usava veneno para matar os piolhos, o que era altamente tóxico para a criança. Hoje em dia existem loções e xampus adequados, seguros para os pequenos pacientes, e que são os mesmos utilizados para o tratamento da sarna.

A ivermectina recentemente tem se mostrado eficaz. Ela vem em forma de comprimidos, mas só é indicada para indivíduos que pesem mais de quinze quilos ou com mais de cinco anos de idade.

É muito importante lembrar que os medicamentos não matam as lêndeas. Elas devem ser retiradas uma por uma, com auxilio de um pente fino. Essa tarefa dá trabalho, mas se não for feita, além de não melhorar a infestação, ainda pode fazer com que seu filho continue infestando os colegas.

Alguns remédios já vem com o pente, mas ele também é facilmente encontrado em qualquer farmácia. Depois de usar, você deve limpá-lo com álcool.

Você pode utilizar o vinagre na proporção de 1:2, isto é, uma parte de vinagre para duas partes de água, e pentear as mechas com eles. O líquido pode ser aquecido até ficar morno e ser misturado com um creme condicionador, que facilita a remoção mas não mata as lêndeas, só ajuda na hora de retirar e a prevenir que o cabelo sofra muito com os produtos. As lêndeas removidas devem ser jogadas em outro recipiente com vinagre.

As roupas de cama devem ser lavadas e passadas todos os dias, para evitar que o piolho que caiu ali volte a infestar os cabelos. Adultos também podem sofrer com a infestação, mas são casos mais raros. As crianças têm mais contato próximo umas com as outras, o que facilita o contágio.

Os produtos químicos usados por algumas mulheres, como tinturas, além do uso frequente de secadores de cabelos e a famosa “chapinha”, diminuem a incidência. Nesta faixa etária, os piolhos também podem ser transmitidos por relação sexual e se localizam nos pelos da região pubiana (nome popular: chato).

Piolhos e lêndeas
Demonstração de como passar o pente fino.

Cuidado se for usar loção para combate do piolho e logo em seguida ligar o secador! Alguns produtos são inflamáveis e podem pegar fogo .Mulheres gestantes devem ficar atentas , principalmente com relação ao tratamento para não fazer mal ao bebê.

Resumindo:

1) Tratar o piolho: shampoo ou loções -ivermectina – lavar os cabelos para retirar os produtos – depois de secos,usar o secador de cabelos para ajudar a matar o piolho pelo calor;

2) remover as lêndeas: pente fino – vinagre com ou sem creme ou máscara capilar para facilitar – limpar o pente com álcool;

3) prevenir reinfestação: lavar e passar as roupas de cama diariamente;

4) não levar a criança à escola;

5) avisar na escola, clube, creche, para que as outras mães examinem seus filhos

6) revisar periodicamente a cabeça do seu filho.



Dra. Maria Teresa Pereira SoaresDra. Maria Teresa Pereira Soares
Médica Dermatologista
CRM-MG 35902 | RQE 11669

Outros artigos desta colunista em www.dermatologiaesaude.com.br zoom in

Encontre-me no Google


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *