Home » Doenças da Pele » Herpes: o que você precisa saber!

Herpes: o que você precisa saber!

HSV 1 – Herpes oral
HSV 1 – Herpes oral

Herpes é uma infecção viral muito comum, altamente contagiosa e recorrente em pessoas com baixa na imunidade

O quadro é muito típico, inicialmente ocorre uma queimação e ardência, e horas depois, surgem pequenas bolhas que se agrupam, principalmente ao redor dos lábios e/ou genitais. Não existe cura definitiva do vírus, mas existe tratamento para as crises

Herpes simples

O vírus da herpes simples (HSV 1) é normalmente adquirido na infância por meio do contato, como o beijo. Após a primeira infecção o vírus fica inativo no corpo, “adormecido” nos nossos nervos. E, em casos de baixa imunidade, o vírus volta a se multiplicar e produzir as lesões típicas ao redor dos lábios, dentro da boca ou em outros locais, inclusive genitais, via sexo oral.

As lesões do herpes simples (HSV 2) são de transmissão sexual (DST). A primeira infecção ocorre normalmente em adultos jovens e as lesões aparecem normalmente ao redor dos genitais, região anal e nádegas.

O vírus da herpes é extremamente contagioso, sabe-se que mais de 90% da população já teve contato com o vírus, mas maioria nunca desenvolveu a doença.

Como saber se tenho herpes? Quais são os sintomas?

Uma sensação de comichão (coceira com ardência) precede em horas as lesões típicas do herpes, que surgem como pequenas bolhas de água agrupadas em uma base avermelhada, em forma de buquê. As bolhas se rompem, surgem as feridas (úlceras) e, em seguida, as crostas. Esse ciclo dura cerca de 7 dias.

Quais são os fatores que podem provocar uma crise de herpes?

Estresse, sol em excesso, período pré menstrual, noites mal dormidas, febre ou baixa imunidade do organismo (infecções, câncer, uso de corticoides por longo período e HIV).

Existe tratamento?

Não. Quem tem o vírus da herpes o terá para sempre!

Em pessoas que tenham crises de repetição é aconselhado procurar um médico especialista para iniciar o tratamento logo no início dos sintomas. O uso de antivirais diminui a duração da crise e a severidade dos sintomas.

Tenho crises recorrentes. Existe uma forma de me prevenir?

  • Evitar o sol excessivo;
  • Usar protetor labial;
  • Utilizar preservativos;
  • Evitar contato íntimo, como o beijo e sexo;
  • Evitar compartilhar objetos, como copos e talheres, com pessoas que estejam com a lesão ativa (bolha) ou ferida aberta.
HSV 2 - Herpes Genital
HSV 2 – Herpes Genital
HSV 1 - Herpes oral
HSV 1 – Herpes oral

Estou grávida e tenho crises recorrentes de herpes genital. Devo me preocupar?

Sim. Grávidas que adquirem o herpes genital na gravidez ou tenham lesões ativas no período próximo ao parto devem tomar cuidado, pois a transmissão do vírus para o bebê é grave. Nesses casos é indicado a cesariana.

O vírus do herpes simples é o mesmo do herpes zoster?

Não. As duas doenças são distintas e causadas por diferentes vírus. O vírus do herpes zoster é causado pelo vírus varicela-zoster (o mesmo da catapora). As lesões das duas doenças são muito semelhantes.



Dra. Ana Andrade CappDra. Ana Andrade Capp
Médica Dermatologista
CRM-DF 14.244 | RQE 10.245

Outros artigos desta colunista em www.dermatologiaesaude.com.br zoom in

Encontre-me no Google


Tags:

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *