Home » Estética » O uso da toxina botulínica para o tratamento da paralisia facial

O uso da toxina botulínica para o tratamento da paralisia facial

toxina-botulinica-paralisia-facial-dermatologia-e-saude-01A toxina botulínica, substância já tão conhecida pelo seu uso estético, também pode ser utilizada para tratamento de problemas neurológicos como paralisias faciais, espasmos musculares e enxaqueca

Hoje em dia já tão conhecida e até popularizada por sua função na melhora estética, a toxina botulínica também tem várias outras finalidades na prática médica, podendo ser utilizada, por exemplo, em problemas neurológicos e musculares como os seguintes:

  • Enxaqueca (dor de cabeça): pacientes com quadro de enxaqueca crônica não responsiva a outros tratamentos podem se beneficiar com o relaxamento da musculatura envolvida (têmporas, testa, atrás da cabeça, pescoço e até dorso). Para isso, é fundamental uma avaliação neurológica prévia, pois há vários tipos de cefaléia que não se beneficiam com este tratamento.
  • Bruxismo: consiste no ato de contrair a musculatura facial durante o sono, que pode levar a dor e mesmo perda de dentes pela mastigação involuntária forçada.
  • Paralisia facial: a toxina botulínica é utilizada na musculatura do lado não afetado (normal) para a correção da assimetria.
  • Espasmos musculares involuntários: alguns pacientes, após processos infecciosos ou doenças neurológicas, podem apresentar assimetria na contração da musculatura facial e corporal, que pode levar a constrangimento social, dificuldade de visão quando acomete a musculatura ocular e até dificuldades de locomoção e realização de atividades diárias, além de dor. Estes pacientes podem apresentar grande melhora do quadro e facilitação do tratamento fisioterápico com a infiltração de toxina botulínica.

Não deixe de ler mais sobre os outros usos da toxina botulínica nos outros posts sobre o tema.
_________________________

Dra. Narjara Montefusco
Médica dermatologista
CRM SP 111583

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *