Home » Estética » Ácido Poli-láctico (Sculptra®) para o tratamento das rugas

Ácido Poli-láctico (Sculptra®) para o tratamento das rugas

Pense na face como uma estrutura que precisa de recheio para sustentá-la, assim como uma almofada cheia de espuma. À medida que o tempo passa e nós envelhecemos, perdemos este recheio, principalmente por conta da reabsorção dos ossos e da camada de gordura da pele.

Ácido Poli-láctico

Então, o conceito de rejuvenescer a face mudou: não basta mais tratar as rugas na superfície. Para se obter um bom resultado de rejuvenescimento, harmônico e natural, é preciso dar atenção aos volumes perdidos, analisando toda a face em 3D, de diversos ângulos, e não apenas como uma imagem chapada de frente. Basta observar uma foto de quando éramos mais novos que fica fácil perceber: As bochechas, a região em volta das sobrancelhas, a mandíbula, tudo vai perdendo volume, fazendo com que a pele perca o suporte e se desloque para baixo.

 

Como o ácido poli-láctico funciona?

O ácido poli-láctico é usado para restaurar o volume da face. Não é considerado exatamente um preenchedor, sendo mais um grande estimulador da pele, fazendo com que ela produza mais colágeno. Este colágeno fabricado é que vai preencher os locais vazios. O resultado é uma melhora na espessura e elasticidade, com a diminuição de sulcos, rugas e cicatrizes, e elevação de áreas de concavidade, dando um aspecto rejuvenescido e bastante natural. Estes resultados não são vistos imediatamente, mas começam a aparecer após alguns meses da aplicação, e podem durar por até três anos, dependendo de cada organismo, sendo reabsorvido depois.

Além da face, pode-se usar o produto no pescoço, colo, mãos, e também no corpo, em áreas de flacidez, como abdômen, região interna das coxas braços e glúteos. O produto é muito versátil, e o modo de aplicação varia de acordo com a técnica preferida do médico dermatologista, podendo ser uma única sessão ou várias, e com agulhas finas ou com microcânulas (delgadas e sem ponta), mais superficialmente ou profundamente na região. Pode também ser associado com outros tratamentos, como toxina botulínica ou aparelhos como o de radiofrequência.

Após a aplicação o local pode ficar levemente dolorido, e podem acontecer algumas raras manchas roxas, que são mais raras ainda se o produto foi aplicado com as microcânulas. Recomenda-se massagens no local da aplicação, várias vezes ao dia, por uma a duas semanas, feitas em casa, para espalhar bem o produto sob a pele. Depois é aguardar de dois a três meses pelo efeito final. O resultado é harmônico e natural, e o produto causa melhora na elasticidade e textura da pele, além de preencher as concavidades, nivelando as sombras. Com uma aplicação o aspecto da face rejuvenesce bastante, mas na maioria das vezes são recomendadas sessões subsequentes, para somarresultados.

* Declaro que não tenho nenhum conflito de interesse com a indústria farmacêutica. O nome comercial citado nesse texto tem caráter apenas informativo. Até o momento ainda não existem produtos similares. As opiniões são meramente pessoais.



Dra. Maria Silvia Kós CanettiDra. Maria Silvia Kós Canetti
Médica Dermatologista
CRM-SP 86469 | RQE 26.254

Outros artigos desta colunista em www.dermatologiaesaude.com.br zoom in

Encontre-me no Google


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *