Home » Dicas » Flacidez: sensação de pele “amolecida”

Flacidez: sensação de pele “amolecida”

Quando a pele perde a elasticidade surge a flacidez, e as causas são diversas: gravidez, obesidade, oscilações bruscas de peso, má alimentação e próprio envelhecimento cronológico.

Braço Flácido

Eliminar a flacidez é uma tarefa difícil, mas não impossível. Para isso existem diversos tratamentos estéticos capazes de melhorar a aparência, e entre eles está à aplicação de ácido polilático (nome comercial: Sculptra).

Inicialmente utilizado para o tratamento facial, atualmente o uso do Sculptra é estendido para regiões corporais, tais como barriga, glúteos, braços e joelhos. Esta é uma substância bioestimuladora de colágeno, melhorando a textura e viço da pele. As aplicações do ácido podem melhorar a espessura da derme, que é a segunda camada da pele.

As aplicações podem ser realizadas com agulhas ou cânulas. O paciente deve chegar de 30-40 minutos antes do horário marcado para aplicação de um anestésico tópico, que pode minimizar a dor das picadas das agulhas. Imediatamente pode ocorrer vermelhidão, inchaço leve e pequenas manchas roxas decorrentes das múltiplas puncturas.

Essa aplicação não é milagrosa, e o resultado aparece depois de dois a três meses da aplicação. São indicadas algumas sessões – três a quatro, em média – de acordo com o caso de cada paciente. As pessoas que têm alguma doença autoimune em atividade (lúpus, esclerodermia, artrite reumatoide), infecção no local a ser tratado e pacientes que já utilizaram algum tipo de implante permanente, como o polimetilmetacrilato (PMMA), não são indicados a realizar esse tratamento.

A aplicação possui custo um pouco elevado, mas é um bom tratamento para as mulheres que querem ir à praia e não desejam mostrar o bumbum com a pele flácida ou com furinhos. As aplicações também podem melhorar a flacidez nos braços, no famoso “tchauzinho”,  ou em quem tem um enrugamento importante da pele dos joelhos e deseja mostrá-los usando um vestido ou uma saia mais curta.

Em caso de dúvida procure seu médico dermatologista para saber mais sobre esse tratamento.



Dr.Alexandre Moretti de LimaDr. Alexandre Moretti de Lima
Médico Dermatologista
CRM-MS 4146 |  RQE 3804

Outros artigos deste colunista em www.dermatologiaesaude.com.br zoom in

Encontre-me no Google


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *