Home » Dicas » Cremes clareadores: o que devo saber sobre eles?

Cremes clareadores: o que devo saber sobre eles?

  • Cremes clareadores que têm como ativo a hidroquinona devem ser sempre prescritos por médicos dermatologistas, pois apesar de sua eficácia no clareamento da pele, a hidroquinona pode causar vários problemas e efeitos colaterais indesejáveis, muitos deles irreversíveis.
  • Caso o paciente use o clareador por algum tempo e o interrompa abruptamente sem o uso de um creme para manutenção, pode ocorrer o que chamamos de efeito rebote, o que significa o retorno abrupto das manchas, principalmente quando estamos falando de melasma.
  • O uso do protetor solar sempre é necessário, principalmente na vigência do tratamento com estes cremes, pois os mesmos podem causar uma sensibilidade da pele ao sol que pode agravar as manchas caso essa pele não esteja bem protegida.

Cremes clareadores

  • Nem sempre o creme que foi eficaz para uma pessoa será eficaz para outra! Existem vários tipos de manchas e estas, apesar de serem semelhantes, nem sempre correspondem ao mesmo diagnóstico, por isso a necessidade da consulta ao médico especialista.
  • Hoje existem vários tratamentos que nos auxiliam no clareamento da pele, tais como , lasers, peelings, aplicação de ativos, uso de medicação oral. Com isso podemos reduzir o tempo de uso de cremes clareadores, e com isso diminuir também o risco de danos indesejáveis que poderiam ocorrer com o uso continuo dos mesmos.
  • É importante entender que o clareamento de manchas não será definitivo. Com o processo de envelhecimento cutâneo e seguidas exposições solares haverá aparecimento de novas manchas. Por isso, há a necessidade da consulta e tratamento regular com o médico dermatologista, para a mudança ou manutenção dos cremes prescritos.
  • Existem vários ativos no mercado com a função de clareamento, alguns mais potentes que outros . Tanto as formulações manipuladas como as industrializadas são eficazes. As formulações manipuladas são mais instáveis e portanto com prazo de validade reduzido, que deve ser respeitado para um efeito seguro. A escolha vai depender da preferência de cada médico após avaliação do diagnóstico e histórico do paciente.
  • Assim como alguns ativos clareadores devem ser usados durante a noite por serem fotossensíveis, existem alguns que podem ser usados durante o dia por baixo do filtro solar, mas essas orientações devem ser dadas pelo médico dermatologista.


Dra. Fernanda Andreia Teixeira de Queiroz DomingosDra. Fernanda Andreia Teixeira de Queiroz Domingos
Médica Dermatologista
CRM-MG 39.617 |  RQE 22.893

Outros artigos desta colunista em www.dermatologiaesaude.com.br zoom in
Encontre-me no Google


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *