Home » Doenças da Pele » Brotoejas

Brotoejas

brotoejas-dermatologia-e-saude-350x300

A miliária, popularmente conhecida como brotoejas, é uma alteração da pele comum em bebês a partir da primeira semana de vida e em crianças pequenas, mas pode ocorrer em qualquer idade.

As lesões da brotoeja são causadas pele retenção de suor, o que leva muitas mães a acharem que seus filhos tem alergia ao suor

A miliária, popularmente conhecida como brotoejas, é uma alteração da pele comum em bebês a partir da primeira semana de vida e em crianças pequenas, mas pode ocorrer em qualquer idade.

O que causa as brotoejas?

As lesões da brotoeja são causadas pela retenção de suor, o que leva muitas mães a acharem que seus filhos têm alergia ao suor. Na verdade, isso ocorre nos bebês devido ao desenvolvimento ainda incompleto da pele e das glândulas de suor, o que culmina com o entupimento dessas glândulas por rolhas de queratina (proteína que forma a camada mais superficial da pele).

Assim, todas as situações que aumentam a produção de suor podem causar as brotoejas, tanto em crianças como em adultos: febre, uso de roupas grossas, ambientes quentes, verão, atividade física intensa e roupas que não absorvem adequadamente o suor.

Como são essas lesões?

Como temos glândulas do suor distribuídas por toda a pele, qualquer parte do corpo está sujeita a apresentar brotoejas. Mas elas aparecem preferencialmente nos locais que suam mais, como regiões de dobras e partes cobertas pela roupa. Assim, os locais mais susceptíveis a essas lesões são barriga, costas, embaixo das mamas, axilas, virilhas e bumbum.

Essas lesões aparecem como pequenas bolhas, que variam de aparência e conteúdo de acordo com o nível em que ocorreu a obstrução do ducto que leva o suor da glândula para a superfície da pele.

Quando a obstrução é mais superficial, essas bolhas se apresentam com conteúdo claro, surgem de uma hora para outra, podendo atingir grandes áreas do corpo e sem outros sintomas. É a forma mais branda, comum em bebês, conhecida como miliária cristalina.

Quando a obstrução é um pouco mais profunda, a brotoeja se apresenta como pápulas (bolinhas na pele) avermelhadas, que podem dar sensação de ardor, coceira e até dor. Em alguns casos, as bolhas podem apresentar pus em seu interior. Aparecem principalmente nas regiões de dobras e atrito do corpo. Essa é a chamada miliária rubra.

A região coberta pelas fraldas também pode desenvolver brotoejas, mas é importante não as confundir com assaduras.

Como devo tratar?

Aqui vão algumas dicas de cuidados em casa que vão ajudar a reduzir e prevenir o incômodo das brotoejas:

– Dar banhos rápidos com água em temperatura ambiente, sem sabão, com maior frequência em dias quentes e quando a criança estiver febril. Deixar a pele secar ao ar;

– Fazer compressas úmidas e frescas nas brotoejas por 5 a 10 minutos aliviam a coceira e ardor nos locais;

– Evitar mantas e excesso de roupas em dias quentes ou quando seu filho estiver febril;

– Tecidos sintéticos impedem a evaporação do suor, aumentando o calor corporal e formando um ambiente propício para brotoejas: prefira tecidos leves e de algodão para vestir seu filho. Evitar roupas apertadas e que causem atrito nas dobrinhas do corpo;

– Diminuir a temperatura do quarto do seu filho com ar condicionado ou usar um ventilador enquanto ele estiver dormindo em dias muito quentes;

– Cobrir a cama de seu filho com uma toalha macia para aumentar a absorção do suor enquanto ele estiver deitado.

Lesões de pele são muito comuns em crianças e várias delas podem se parecer com brotoejas. Evitar aplicar cremes, pomadas ou talcos por conta própria, isso pode aumentar ainda mais a obstrução dos poros e agravar o problema. Nesses casos, para deixar a pele do seu bebê saudável, é sempre importante a procura de um médico qualificado de sua confiança.



Dra. Maise SampaioDra. Maise Sampaio
Médica Dermatologista
CRM-GO 12756 | RQE 8130

Outros artigos desta colunista em www.dermatologiaesaude.com.br zoom in

Encontre-me no Google


Tags:

2 Comentários

  1. Relacionados: Assaduras - Dermatologia e Saude

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *