Home » Doenças da Pele » Acne na vida adulta

Acne na vida adulta

Acne é uma doença comum na adolescência que pode aparecer ou persistir na vida adulta e o seu tratamento adequado é importante para a saúde e o bem estar do paciente

A acne, além de ser uma doença comum na adolescência, também pode aparecer ou persistir na vida adulta. Pode estar relacionada a diversas disfunções do organismo e o tratamento adequado é necessário para a saúde e o bem estar do paciente, além de evitar a formação de cicatrizes.

acne-na-vida-adulta-dermatologia-e-saude (1)

A acne na vida adulta pode ter relação com alterações hormonais, como as disfunções do ovário, alterações das glândulas supra-renais ou mesmo a hipersensibilidade da pele aos hormônios – neste caso, pode haver também aumento dos pelos no rosto e no corpo, seborreia e queda de cabelo. Podem aparecer irregularidades no ciclo menstrual, e é importante investigar a Síndrome do Ovário Policístico. É mais comum em mulheres de 20 a 40 anos e o estresse e a dieta pobre em nutrientes podem agravar o problema, causando danos à auto-estima e à qualidade de vida. Ingestão de hormônios principalmente para a hipertrofia muscular, assim como o uso de alguns suplementos vitamínicos também podem piorar a acne.

acne-na-vida-adulta-dermatologia-e-saude (2)

Manifesta-se clinicamente por pápulas e nódulos avermelhados e pústulas (lesões com pus), geralmente localizados na região inferior da face, como queixo, mandíbula e pescoço. Comedões (cravos) fechados e abertos também podem aparecer.

acne-na-vida-adulta-dermatologia-e-saude

Tratamento

O tratamento da acne da vida adulta é um pouco diferente da acne da adolescência, pois é fundamental abordar a causa do quadro. Nas mulheres, quando existem alterações hormonais, pode ser indicado o uso de contraceptivos orais. Além disso, também pode-se utilizar outras medicações orais, tópicas, peelings ou tratamentos com luz pulsada e lasers. Em casos mais graves e resistentes, a isotretinoína oral também pode ser prescrita.

Manter a pele sempre limpa e hidratada é fundamental. A esfoliação em excesso e a falta de hidratação causam efeito rebote, agravando a oleosidade da pele e piorando a acne. Não remover a maquiagem ou o uso de maquiagens inadequadas também pode agravar o quadro. Além disso, o uso correto do filtro solar indicado é importante para evitar manchas.

Bibliografia:

  1. Sampaio SAP, Rivitti EA. Dermatologia: Foliculoses. 3a edição, 2007;393.
  2. Costa A, Alchorne MMA, Goldschmidt MCB. Fatores etiopatogênicos da acne vulgar. An Bras Dermatol 2008;83 (5):451-9.


Dra. Miriam Carolina Perini PopoaskiDra. Miriam Carolina Perini Popoaski
Médica Dermatologista
CRM-SC 12201 | RQE 10931

Outros artigos desta colunista em www.dermatologiaesaude.com.br zoom in

Encontre-me no Google


Tags:

2 Comentários

  1. Relacionados: A pele do homem - Dermatologia e Saude

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *